07/12/2011 - FATMA divulga Relatório de Balneabilidade com 20 pontos impróprios em Florianópolis

07/12/2011



PAULO LUIS CORDEIRO
A Fundação do Meio Ambiente – FATMA divulga nesta sexta-feira (02/12) o Relatório de Balneabilidade nº 48, com a situação dos 195 pontos amostrados nos mais de 500 quilômetros do litoral catarinense. Segundo o responsável técnico pelas análises elaboradas pela Gerência de Pesquisa e Análise de Qualidade Ambiental da FATMA, Marlon Daniel da Silva, 44 pontos estão impróprios ao banho dos 195 pontos monitorados no Estado, com uma impropriedade da ordem de 22,56%.
Em Florianópolis os resultados apontam que são 20 os pontos impróprios ao banho dos 65 pontos monitorados pelos técnicos, o equivalente a 30,76% do total. O relatório traz a atualização dos pontos monitorados nos municípios de Florianópolis (Ilha Norte e Sul e parte Continental), Balneário Camboriú, Governador Celso Ramos, Itajaí, Navegantes, Penha, Piçarras, Biguaçu, Bombinhas, Itapema, Porto Belo, Balneário da Barra do Sul, Barra Velha, Itapoá, Joinville e São Francisco do Sul.

O gerente de Pesquisa e Análise da Qualidade Ambiental da FATMA, Haroldo Tavares Elias, explica que este é o último relatório da baixa temporada, pelo qual as amostras são coletadas mensalmente pelos técnicos. Haroldo adiantou que na próxima semana será divulgado o primeiro relatório da balneabilidade da temporada 2011-2012. Desde novembro, semanalmente os técnicos vêm monitorando os pontos localizados no litoral.

As condições de balneabilidade são monitoradas com base na resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) nº 274/2000. Nela se encontram os critérios, definições e conceitos que são seguidos e obedecidos pelos órgãos ambientais do País para o monitoramento da qualidade da água para Recreação de Contato Primário.

Para classificação da condição do ponto são consideradas as cinco últimas coletas semanais consecutivas, ensaiadas em laboratório por 24 horas. O ponto é considerado impróprio, quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas anteriores no mesmo local, a densidade da bactéria Escherichia coli for superior a 800 NMP por 100 ml ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia Coli por 100 mililitros.

O monitoramento realizado pela FATMA abrange 27 municípios e cerca de 110 balneários e/ou praias que, de acordo com suas características, pode-se amostrar um único ponto ou vários pontos. Praias com grandes adensamentos populacionais, locais de pequena renovação hídrica, número de valas, rios ou riachos aportando à praia costumam levar a um maior número de pontos amostrados.

Fonte:http://www.portaldailha.com.br






Notícias Anteriores


08/12/2011 - Companhias de saneamento pedem isenção de impostos ao governo federal para ampliar investimento
08/12/2011 - Relatório de Mutirão de Coleta de Lixo apresenta resultados preocupantes
08/12/2011 - Ninguém fez tanto quanto o Brasil pelo clima, diz secretário da ONU
07/12/2011 - Novo Código Florestal é aprovado no Senado e segue para Câmara
07/12/2011 - Pesquisa aponta que brasileiro acredita na escassez de água em 2050
07/12/2011 - FATMA divulga Relatório de Balneabilidade com 20 pontos impróprios em Florianópolis
06/12/2011 - Cientistas avaliam projeto final do Código Florestal como "marcha à ré" e "triste"
06/12/2011 - Gasolina, etanol ou esgoto?
06/12/2011 - 10 países que estão esquentando (e muito) o planeta
05/12/2011 - Enguia é usada como fonte de energia limpa para iluminar árvore de Natal

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24


Rua Santos Saraiva, 840 - salas 402/404 - Estreito - Florianópolis/SC - CEP: 88070-100 - Fone: (48) 3225-6074